Pular para o conteúdo principal

E por que diabos Junior Souza continua entre a relação dos futuros secretários?

E por que diabos Junior Souza continua cotado entre as relações dos futuros secretários da gestão Alan? Ele não ficou inelegível por oito anos e da mesma forma está impedido de ocupar função público por igual período? Esses questionamentos acima, com essas expressões, tenho visto muitas pessoas fazendo nas redes sociais.

De fato, isso aconteceu em meados de novembro (clique AQUI e relembre). Mas, para quem ainda não está a par da situação, tenho informações que o vereador recorreu da decisão do ministro do TSE Herman Benjamin, que hoje ocupa a função de corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral.

Edil Junior Souza recorreu da decisão do Ministro
Herman Benjamin que é corregedor-geral do Tribunal
Superior Eleitoral (foto: Divulgação/TSE).
Como o TSE se encontra em recesso brando – a decisão do recurso do edil, que quer que sua sentença seja apreciada pela plenária do TSE, uma vez que a decisão de Herman Benjamin havia sido individual – quero acreditar que a decisão da plenária do TSE acontecerá por volta de meados do mês de Janeiro/2017. Até lá, o edil pode sim ocupar cargo púbico e está inclusive com sua vaga de vereador assegurada. Por enquanto a composição dos 13 vereadores na CMA para o período legislativo 2017/2020 continua indefinida.

A propósito, caso perca de novo na plenária do TSE, o edil ainda poderá recorrer ao Supremo Tribunal Federal – STF, se minha interpretação judicial não tiver equivocada. Ai sim. Caso perca de novo, então pode fechar a conta e passar a régua – como diria João cana Brava. Isso ainda vai render coisa.

Comentários

  1. Tomara ele não queira assumir cargo público, até final decisão. Corre grande risco de passar por vergonha e humilhação. Perai: qual político tem vergonha ou receio da humilhação?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Faleceu a jovem Ellaine Torres

Ellaine Torres se foi... Perdeu a luta para sua enfermidade. Foi uma guerreira. Resistiu enquanto pode. Não deu. Muito jovem, deixa filhinha, familiares e um mundo de amigos órfãos.
Muito triste para todos nós a perda de uma pessoa do bem e que tinha uma vida inteira pela frente.
Que Deus possa nos conceder o conforto. O sepultamento de Ellaine Torres será às 16 horas, no cemitério parque saudade.
Este é o meu consolo no meu sofrimento: A tua promessa dá-me vida Senhor. Salmos 119:50”.

E Alanzinho inaugura a primeira grande obra do seu governo

Uma vez a praça pronta - a parte mais difícil, diga-se de passagem - um parque viria complementar tão grandiosa obra.
A bacurauzada (como é conhecida a militância do PMDB por aqui) do Apodi vai, hoje (21), esquecer a praça, se regozijar e irá focar todo seu olhar, carinho e atenção no parque. Muito bonito, por sinal. Com certeza garantia de muitos sorrisos nos rostos das crianças daqui para frente. 
O Governo Alan Silveira (Alanzinho - como é carinhosamente chamado), inaugurará o parquezinho infantil da praça no dia de hoje. A primeira obra do seu governo. Muito bom para início. Vão logo começando a contar, temos certeza que muitas outras virão. Parabéns prefeito.

Zé Maria anuncia rompimento com o grupo do PCdoB

A partir de agora não partilharei de nenhum projeto ao lado do PCdoB. Tivemos um grupo até ganhar a eleição, depois, o boicote e o isolamento promoveu o desgaste”. Com essas palavras o ex-prefeito do Apodi, José Maria da silva, anunciou a esse blogueiro em entrevista na noite de ontem (29), o rompimento com o grupo do PCdoB aqui do Apodi.
Zé Maria nos afirmou que algumas pessoas estão achando, por exemplo, que a indicação do hospital foi um consenso de toda a oposição. Mas ele afirma que não foi bem assim. “Gostaria de esclarecer que não tive nenhuma participação nessa indicação. Eu, com o apoio de todos os vereadores de oposição, estava definindo um nome, porém a liderança do PCdoB não respeitou e fez a indicação de maneira isolada, desrespeitando a todos nós”, explicou Zé Maria. “Diante disso e de outras situações desagradáveis que passei (sem externar, em defesa da unidade), a partir de agora não partilharei de nenhum projeto ao lado do PCdoB”, continuou. “Tivemos um grupo até ganh…