AS FLORES DO NOSSO SERTÃO: O mandacaru

Mandacaru, cujo nome cientifico é Cereaus jamacaru, é uma cactácea típica da região nordestina e é cantada em prosa e verso por vários poetas nordestino. Os cactos adultos podem chegar até 8 metros de alturas. Por vezes produz ramos quinados e espinhentos, uma adaptação para evitar perda de água.

Leia mais:

Na realidade, os espinhos são as folhas dos cactos e o caule sempre verde é quem realiza a fotossíntese. Nas épocas de grandes secas os agricultores cortam os espinhos e dessa planta e matam a fome dos rebanhos. Existem pessoas que usam a planta no combate a certas infecções dos rins. Do fígado, de ulceras e de problemas renais. Inclusive pesquisas científicas apontam a planta com propriedades antibactericida.

Quanto as suas flores, são de uma beleza indescritível. Todas sempre são brancas, porém os estames varia de cor indo de amarelo para preto. A floração do mandacaru é comum na estação chuvosa. Porém, vez por outra, sua floração ocorre na estação seca e o sertanejo tem a superstição que esse fenômeno é um prenúncio de uma boa invernada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os maiores açudes do Nordeste

PROCESSO ARQUIVADO: Nada de irregularidades com a APAMI

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

REINO ANIMAL: Insetos que sofrem metamorfose

Secretaria de assistência social do município do Apodi afirmou que despesas do CRAS impedem festa das crianças